Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Barbacena e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Barbacena
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Twitter
Rede Social Youtube
Rede Social Linkedin
Rede Social TikTok
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
22
22 FEV 2024
CULTURA
Fachada da Estação recebe iluminação nas cores da bandeira da Itália
enviar para um amigo
receba notícias
Na noite de ontem, 21/02, a fachada da Estação Ferroviária de Barbacena recebeu iluminação nas cores da bandeira da Itália em comemoração ao dia do imigrante italiano. 
A imigração italiana foi muito importante para a formação de nossa cidade. Barbacena foi a primeira cidade de Minas a receber os imigrantes italianos, o que resultou na criação da Colônia Rodrigo Silva. 
Instalada pelo governo imperial no ano de 1888, a Colônia Rodrigo Silva ocupava uma área de 37.802.670,20 m² entre os municípios de Barbacena e Antônio Carlos. 
O projeto da Colônia, do ponto de vista estadual, fazia parte de uma proposta de modernização de partes estratégicas de Minas após o fim da escravidão e as sucessivas crises no mercado de café. Até o final do século XIX foram implantados, ao todo, cinco projetos coloniais: Barbacena (Rodrigo Silva), São João del-Rei (Colônia do Marçal), Sabará (Maria Custódia), Belo Horizonte (Barreiro) e São João Nepomuceno (Ferreira Alves), sendo esta última a única estabelecida pela iniciativa privada.
A sericultura foi a principal atividade industrial vinculada à colonização italiana na região de Barbacena. O projeto, que foi pioneiro no Brasil, visava a produção do bicho da seda, o beneficiamento em tecido e o desenvolvimento de tecnologias viáveis para a implantação do sistema em outras regiões do país. Apesar da fábrica em si ter sido fundada apenas em 1912 por Amilcar Savassi, toda a movimentação em prol dos sistemas de transporte, mão de obra colonial e produção de matéria-prima já vinha sendo estabelecida por ele desde a criação da Colônia Rodrigo Silva. Savassi, além de imigrante italiano, foi o primeiro diretor do núcleo colonial.
A consolidação dessa população faz com que a história da imigração italiana se confunda com a própria história de Barbacena.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia